Carro da Apple pode ser construído por fabricante do Jaguar

Futuro carro da Apple

Os rumores de que a Apple vai lançar um carro nos próximos anos estão cada vez mais fortes nas últimas semanas. Se isso for verdade, as chances de haver uma terceirização são grandes e a canadensa Magna tem grandes chances de montar o Apple Car.

A terceirização pode acontecer pois é assim que é feito no caso do iPhone. A Apple projeta o telefone e seu sistema operacional, mas emprega a Foxconn para montar os componentes de um aparelho.

Mas, um carro da Apple não será apenas um carro. O seu diferencial com certeza será a tecnologia inovadora que é o diferencial da empresa. Por isso não é qualquer fabricante que entrará no jogo.

Então é aí que entra a canadesce Magna International Inc que fabrica componentes automotivos. Que anda aconselhando grupos de tecnologia e start-ups que buscam entrar no negócio automotivo. 

“Se a Apple leva a sério a construção de um carro … Magna Steyr deveria construí-lo”, disse o analista da Evercore ISI, Chris McNally.

Mesmo que a Apple não apareça, o fabricante já está ganhando com sua ideias de tecnologia, pois seus investidores perceberam.  O preço das ações da Magna quase triplicou desde março, dando a ela um valor de mercado de US $ 21 bilhões.

Por que a Magna?

A Magna é um dos maiores fornecedores mundiais de peças automotivas, tendo gerado quase $ 40 bilhões de receita em 2019 com produtos como transmissões, câmeras de veículos, espelhos e assentos. 

Ela constrói veículos premium de nicho em uma fábrica em Graz, Áustria, incluindo o Mercedes G-Class 4×4, o Jaguar I-Pace elétrico e o carro esportivo BMW Z4. Normalmente, essas empresas optam por terceirizar o trabalho, em vez de reequipar ou construir uma nova linha de produção, porque os volumes de vendas são relativamente pequenos.

Em 2019, a Magna montou quase 160.000 veículos – mais do que muitas montadoras produzem – e gerou US $ 6,7 bilhões de receita com essas atividades. Juntamente com o parceiro de joint venture Beijing Automotive Group Co. (BAIC), recentemente adicionou outra instalação na China, que é capaz de produzir 180.000 veículos por ano. Uma planta norte-americana pode ser a próxima.

A lista de clientes da Magna já se estende muito além das montadoras tradicionais. O empreendimento de automóveis homônimo de Henrik Fisker, por exemplo, abriu seu capital em outubro após a fusão com uma empresa de aquisição de propósito específico. 

Na lista temos desde Canoo na aústria, que é um star-up de carros até trabalhos com a Sony Corp para produzir o protótipo futurístico do Vison S.

“Não é segredo que quase todos os não OEM interessados ​​em criar seus próprios veículos completos estão nos contatando”, disse Frank Klein, chefe da Magna Steyr, aos investidores no ano passado.

Uma empresa como essa com certeza está na mira da Apple e aparentemente mostra cumprir o serviço. Agora só o que nos falta é a confirmação da maçã do super carro.

Fonte: Bloomberg

Total
2
Shares
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Related Posts
Total
2
Share