Facebook quer destruir a Apple nos games, veja como

Facebook repagina seu serviço de jogos online e streaming e exclui Apple.

O Facebook está se juntando ao mundo do streaming de jogos, enfrentando empresas como a Sony, Microsoft, Google, Amazon e Nvidia. Todas agora oferecem maneiras para as pessoas jogarem jogos de PC e console visualmente complexos pela internet, usando uma tecnologia similar a da Netflix com filmes.

Enquanto a maiorias das empresas está focada em jogos de primeira linha como o GTA V da Take-Two ou o novo Assassin’s Creed Valhalla da Ubisoft, o Facebook diz que vai focar em jogo mobile.

O novo serviço do Facebook, que é parte do projeto Facebook Gaming, vai oferecer acesso a jogos de smartphone como o Asphalt 9: Legends jogo de corrida da Gameloft sem precisar que você instale o jogo ou baixe o app no celular.

Além disso o Facebook diz que as pessoas poderão jogar pelo site do Facebook Gaming no PC ou pelo celular no aplicativo do Facebook para os que tem Android.

Enquanto o Facebook vai disponibilizar sua nova tecnologia para computadores e Androids, o Iphone da Apple vai ficar de fora, pelo menos por enquanto, por conta de suas restrições inviáveis, como o pedido para que os provedores dos jogos enviem cada um deles para sua equipe de revisão.

Embora nosso caminho com a Apple seja incerto, uma coisa é clara. A Apple trata os jogos de maneira diferente e continua a exercer controle sobre um recurso muito precioso”

Escreveu Jason Rubin, vice presidente de jogos no Facebook, num blog post na segunda feira anunciando o serviço.

Um grande passo do Facebook

Essa mudança do Facebook marca mais recente esforço do gigante das redes sociais para aumentar o número de pessoas que o procuram por conta de jogos, uma das maiores indústrias de entretenimento de crescimento mais rápido em todo o mundo.

Parte da razão para esse sucesso é a explosão dos jogos online, que permitiu títulos como Fortnite atrair centenas de milhões de jogadores competiram um contra o outro.

Entretanto os jogos não são apenas para jogar. Pessoas também assistem um aos outros competindo no Youtube e em outros serviços de livestreaming como o Twitch da Amazon e até o Facebook tem seu próprio serviço.

E quando não estão fazendo isso, as pessoas usam para encontros digitais com amigos, tornando uma nova forma de rede social.

Não é novidade que a pandemia do Coronavírus, que já infectou mais de 42 milhões de pessoas ao redor do mundo e matou mais de 1.1 milhões, e acarretou uma série de fechamentos pelos governos.

Isso fez com que pessoas recorressem aos jogos como forma de distração, e aumentou significativamente o uso, segundo os fabricantes de jogos e serviços de internet.

Pois é aí que o Facebook se encaixa. Sendo já um dos destinos mais populares ao redor do mundo, e constantemente tentando crescer sua influência no mundo dos jogos. Recentemente, revisou seu serviço de jogos e streaming, agora chamado de Facebook Gaming.

“Por mais louco que pareça, os valores dos jogos de 2010 do Facebook são quase idênticos a nossa promessa de 2020: acesso instantâneo aos jogos em qualquer navegador e poder jogar com seu amigos onde quer que estejam”

O serviço de jogos do Facebook começará com um versão Beta, tendo disponível 4 jogos, incluindo o Asphalt jogo de corrida da Gameloft. E também será grátis.

Excluindo a Apple

Embora a chegada do Facebook para os jogos da nuvem seja digna de notícia, o fato de sua decisão de deixar os iPhones e os iPads de fora e ainda criticar a Apple publicamente é tão notável quanto.

A Apple é cada vez mais criticada pelos gigantes da tecnologia e dos games pela maneira como gerencia a App Store. Ela apenas permite que seus usuários baixem aplicativos para iPhones e iPads diretamente de sua loja.

Em troca promete segurança e proteção, e garante isso ao exigir que os desenvolvedores sigam uma lista de diretrizes e enviem cada programa para revisão antes de ser amplamente disponibilizado. Os pagamentos dos apps são gerenciados pela Apple.

Tanto a Microsoft, a Google, a Epic (criadora do Fortnite) quanto agora o Facebook disseram que essas regras são muito rígidas, permitindo que a Apple tenha muito controle sobre as finanças e produtos das outras empresas.

“A Apple é a única das plataformas gerais que nega ao seus consumidores jogos na nuvem e serviços de assinatura de jogos como o Xbox Game Pass”

Disse a Microsoft em Agosto, quando criticou a Apple por sua loja de aplicativos. 

Contudo a Apple continua a se defender, inclusive movendo uma ação contra a Epic acusando-a de ser um monopólio. 

“Nós criamos a App Store com dois objetivos em mente: que seja um lugar segura e confiável para os clientes descobrirem e baixarem aplicativos, e uma ótima oportunidade de negócios para todos os desenvolvedores,” disse a Apple em uma página explicativa da loja de aplicativos publicada no ano passado.

“ Nós assumimos responsabilidade de garantir que os aplicativos sejam mantidos em alto padrão de privacidade, segurança e conteúdo porque nada é mais importante do que manter a confiança dos usuários”

O Facebook disse que os usuários do iPhone vão poder usar o recurso quando for parte de anúncio destinado a oferecer alguma demo de jogo para celular.

Total
1
Shares
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Related Posts
Total
1
Share