Google Fotos vai começar a cobrar por armazenamento em 2021

Depois de cinco anos oferecendo o serviço ilimitado e gratuito, o Google Fotos vai começar a cobrar do usuário após 15GB de armazenamento
Google Fotos

Depois de cinco anos oferecendo backups de fotos gratuitos e ilimitados em “alta qualidade”, o Google Fotos vai começar a cobrar pelo armazenamento a partir de 15GB usados. 

A mudança vai acontecer no dia 1 de Junho de 2021, e virá junto com outras mudanças de políticas do Google Drive. Entre elas estão o limite armazenamento de documentos e planilhas da mesma forma que o Google Fotos.

Além disso a Google está introduzindo uma nova política de deletar dados de contas inativas que não foram logadas nos últimos dois anos.

Prós e contras da mudança

Atualmente o Google já contabiliza os uploads de fotos de “qualidade original” em relação ao limite de armazenamento do Google Fotos.

No entanto, tirar backups ilimitados de fotos e vídeos de “alta qualidade” (que são compactados automaticamente para armazenamento mais eficiente) também tira um dos maiores argumentos de venda do serviço. Era o serviço de fotos em que você simplesmente não precisava se preocupar com a quantidade de armazenamento que tinha.

Google-Fotos
Fonte: Google

Porém a empresa garantiu que todas as fotos carregadas antes de 1° de Junho não vão entrar na contagem dos 15GB, apenas o que será armazenado a partir deste dia. O que te deixa com bastante tempo para decidir se vai continuar com suas fotos no Google Fotos ou mudar para outra nuvem.

Mas olhando pelo lado bom, mesmo com essa mudança, o Google Fotos ainda tem o maior armazenamento grátis do mercado. Sendo três vezes maior que o iCloud da Apple que oferece apenas 5GB.

Além disso, a empresa também alega que 80% dos usuários do Google Fotos só atingiram 15GB de armazenamento depois de três anos de uso da nuvem.

Para você não ser pego de surpresa, a empresa vai enviar avisos quando seu armazenamento estiver próximo do limite e colocar novas ferramentas de gerenciamento, incluindo uma que torna mais fácil encontrar e excluir fotos que você talvez não queira de qualquer maneira, como imagens borradas ou capturas de tela.

Google-Fotos
Fonte: Google

Segundo a empresa, o motivo da mudança é garantir uma “melhor experiência” para o usuário, já que a demanda de dados na nuvem é muito alta. 

“Hoje, mais de 4 trilhões de fotos são armazenadas no Google Fotos e, a cada semana, 28 bilhões de novas fotos e vídeos são enviados. Como muitos de vocês dependem do Google Fotos para armazenar suas memórias, é importante que ele não seja apenas um ótimo produto, mas também continue atendendo às suas necessidades a longo prazo. Para dar as boas-vindas ainda mais às suas memórias e criar o Google Fotos para o futuro, estamos mudando nossa política de armazenamento ilimitado de alta qualidade.”

 Explicou a Google em seu blogpost.

Como ter mais espaço no Google Fotos?

Se você precisa de mais espaço que 15GB, os preços do Google One para conseguir mais não mudaram. 

Os planos começam em 100 GB por R$ 6,99 mensais ou R$ 69,99 por ano. A oferta mais cara traz 2 TB de armazenamento em nuvem pelo valor de R$ 34,99 por mês ou R$ 349,99 anuais.

Lembrando que os arquivos do Google Docs, Sheets, Slides, Drawings, Forms e Jamborad também entraram na contagem de armazenamento.

E aí o que achou dessa nova mudança? Acredito que para maioria dos usuários não faça muita diferença. Me conta mais sobre lá na nossa Página do Facebook.

Total
4
Shares
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Related Posts
Total
4
Share