Vazamento MASSIVO na Capcom ocorre após ataque hacker

Vários projetos e outros dados sensíveis da Capcom foram vazados, após se recusarem a pagar o resgate de US$ 11 milhões.
Vazamentos de Resident Evil Village ocorrem na Capcom

Semana passada, nós publicamos uma matéria falando sobre um ataque hacker que a Capcom teria sofrido do grupo Ragnar Locker, usando ransomware em seus sistemas. Agora, aparentemente houve um vazamento grande dos dados da Capcom, que foram leiloados ou divulgados por métodos ilegais.

+LEIA MAIS SOBRE: Capcom sofre ataque ransomware, com pedido de resgate de US$ 11 milhões

Em outra publicação no portal de impresa da Capcom nesta segunda-feira (16), foi anunciado uma listagem de todos os prováveis dados que foram divulgados de forma ilegal na rede.

Diversos “vazamentos” de jogos também surgiram

É claro, como dito pelo grupo hacker, que muitos dados vazados dos futuros projetos da Capcom iriam surgir na internet caso o resgate não fosse pago. E como a Capcom se recusou a pagá-lo, o fórum do ResetEra já divulgou vários dados.

  • Novos detalhes de Resident Evil: VILLAGE (Lançamento em Abril, também para PS4 e Xbox One, e uma Demo será disponibilizada antes);
  • Uma suposta apresentação sigilosa da Capcom confirma que Resident Evil Village também contará com dublagem em Português (BR), Russo, Chinês (Trad. e Simplificado), Inglês, Japonês, Francês, Italiano, Alemão e Espanhol.
  • Novo Resident Evil Multiplayer, internalmente referenciado como “Projeto Highway/Village Online”. É uma espécie de Battle Royale;
  • RESIDENT EVIL 4 para Oculus Rift VR;
Resident Evil Village. Fonte: Divulgação / Capcom
  • (Franquia Ace Attorney) Dai Gyakuten Saiban 1 e 2 serão portados ao Ocidente, anúncio em Abril e lançamento em Julho. Trilogia AA + pacote DGS 1-2 apenas no Japão;
  • Monster Hunter Rise no PC saindo em Outubro de 2021 (?), demos ao Switch em Janeiro e Março;
  • Monster Hunter Stories 2 no PC e Switch em Junho de 2021. Single-player, Co-Op e PvP. DLCs pagas, missões co-op pós-lançamento gratuitas, microtransações de cosméticos e amiibos;
  • (Google) Stadia pagou à Capcom US$ 10 milhões para colocar RE7 e RE8 na plataforma. Sony pagou US$ 5 milhões para a exclusividade temporária de RE7 VR no PlayStation 4;
  • Código-fonte de Devil May Cry 2 e Resident Evil: Umbrella Chronicles vazados;
  • Novo projeto com codinome “GUILLOTINE” para o Switch em Fevereiro, outras plataformas em Maio;
  • Projeto não anunciado “Reiwa” em Maio, sem plataformas anunciadas;
  • Novo shooter multiplayer de nome “SHIELD” direcionado aos streamers;
  • *Certos dados aparentam ser de 2018, planos podem ter sido alterados.

Outros dados vazados incluem várias informações pessoais de clientes, funcionários e ex-funcionários. A Capcom disse que está entrando em contato com a Polícia de Osaka e com todos os funcionários envolvidos no vazamento, e assegura que nenhum dado bancário foi roubado.

Total
1
Shares
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Related Posts
Total
1
Share