Xbox e o problema do sistema de armazenamento custoso

A nova geração de consoles Xbox promete ter um sistema de armazenamento extremamente eficaz; porém, e quanto ao preço dos cartões de expansão?
Xbox cartão de armazenamento

Já não é de agora que ouvimos sobre os potenciais impressionantes do SSD dos novos consoles da Microsoft. Porém, foi apenas recentemente que a imprensa conseguiu um teste hands-on dos Xbox Series X e Series S, e algumas conclusões não parecem ser muito felizes pro lado verde, que aparenta sofrer de um problema de armazenamento bastante custoso.

How to expand Xbox Series X, Xbox Series S storage size | Windows Central
Representação oficial do Cartão de Expansão de Armazenamento Seagate

O maior ponto de preocupação com vários veículos da mídia foi a da verdadeira capacidade de armazenamento dos consoles: 802 GB livres no Series X, e 364 GB livres para jogos no Series S.

Segundo matéria da IGN, a razão para os (assustadores) quase 20% de espaço de armazenamento “sumirem” do seu sistema logo de início são por dois motivos principais: o peso do Sistema Operacional do console, e o sistema de “Retomada Rápida” (Quick Resume) nos jogos.

Enquanto o primeiro já é auto-explicativo, o segundo funciona da seguinte forma: sempre que você quiser pausar seu console e colocá-lo em um modo de “hibernação”, pode retomar seu jogo horas depois sem ter que passar por vários menus e telas de loading novamente. Isso também funciona entre vários jogos simultaneamente.

A função funciona de forma extremamente veloz e eficaz, porém acaba ocupando boa parte desse espaço de armazenamento do console, funcionando em conjunto com a memória RAM.

Velocidade incomparável, mas por um preço

Para jogos de gerações antigas, rodadas com a retrocompatibilidade dos novos Xbox, qualquer HD externo com USB 3.1 funcionará e será compatível como unidade de armazenamento de jogos.

Porém, e esse é um grande porém, jogos da geração atual apenas funcionarão com o SSD interno do console e com cartões de expansão de memória exclusivos da Seagate com a Xbox.

Microsoft revela 'memory card' para novos Xbox; saiba como vai funcionar
Representação oficial do Cartão de Expansão de Armazenamento Seagate, conectado ao Xbox Series X

“E qual é o grande problema disso?” Bom, sendo o único cartão que funcione na arquitetura do Xbox Velocity (por enquanto), ele também tem um preço bem salgado: a partir de US$ 219,99, o que supostamente daria o valor mínimo de R$1200,00 (não considerando impostos), o que facilmente poderia ultrapassar R$ 2.000,00 no Brasil.

O cartão de expansão, que possui 1TB de armazenamento, não só pode se provar como um grande ponto negativo para os consumidores dos novos Xbox, como também pode não segurar a barra por muito tempo.

ERRATA: No Xbox, o usuário poderá instalar o jogo em um HD externo, transferi-lo (muito) rapidamente para o SSD interno e então jogar os games.

Essa seria uma solução para não precisar adquirir o caro cartão de expansão da Seagate, e funcionaria com qualquer HD externo com USB 3.1.

Essa mesma prática não funciona no PlayStation 5, apenas com jogos de PS4 retrocompatíveis.

Deveriam chamar essa prática de “malabarismo de dados”.

Isso porque jogos da geração atual chegam a passar facilmente da faixa dos 100GB. Red Dead Redemption 2, por exemplo, pesa 150GB por si só, enquanto Call of Duty: Modern Warfare 2019 pesa oficialmente mais de 200GB.

É claro que nem tudo é tão simples assim. Além de que podemos, sim, aguardar por empresas terceiras a fabricarem suas próprias versões barateadas do acessório de expansão, as próprias desenvolvedoras de games começam a trabalhar com sistemas de “instalação parcial” dos jogos pra economizar nos discos.

Em entrevista à Wired, o arquiteto do sistema do PlayStation 5, Mark Cerny, disse que haverá uma opção do jogador dividir a instalação do jogo em “frações”.

Isso significa que jogadores poderão, por exemplo, instalar apenas a campanha single-player de jogos e apenas baixar o multiplayer em outra hora, ou deletar o single-player assim que zerar a história, e deixar apenas o resto do jogo instalado.

“Em vez de tratar os jogos como um grande bloco de dados, estamos permitindo um acesso mais refinado (à parte) dos dados”.

Arquiteto do sistema do PlayStation 5, Mark Cerny

Vale lembrar que no PlayStation 5 ainda não se sabe se há restrições da marca do dispositivo de armazenamento utilizado, apesar da Sony “recomendar” alguns específicos como o NVMe SSD da Western Digital, por um preço parecido de US$ 229,99 por 1TB.

E então, o que você acha sobre os preços do Xbox? Acha que a vantagem vale mais que um PlayStation 5, ou vai ficar de fora da nova geração por alguns meses? Comenta na nossa página do Facebook!

Total
3
Shares
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Related Posts
Total
3
Share