Xiaomi tira carregador do Mi 11 e prova não ser tão diferente das outras

Mi 11

No dia 26 de dezembro, o CEO da Xiaomi confirmou que o novo Mi 11 não virá com carregador na caixa por “motivos de sustentabilidade”. A medida segue a decisão da Apple com o iPhone 12, que também foi seguida pela Samsung com o Galaxy S21.

Há menos de uma semana atrás, nós do Techtimes havíamos noticiado que o Mi 11 seria diferente dos últimos lançamentos das rivais, pois viria com carregador na caixa. Mas parece que a Xiaomi não é tão diferente assim das concorrentes.

O novo Xiaomi Mi 11, estreia hoje na China e o CEO da chinesa,  Lei Jun, confirmou via Weibo a falta do carregador:

Nota do CEO da Xiaomi, Lei Jun, sobre o Xiaomi Mi 11 não ter carregador

“O Xiaomi Mi 11 será apresentado oficialmente com uma embalagem totalmente nova, muito leve e fina.

Por trás da ‘magreza’, tomamos uma decisão importante: em resposta ao dever da tecnologia e da proteção ambiental, o Mi 11 não terá o carregador incluído. Hoje, todo mundo tem muitos carregadores ociosos” diz a publicação.

É igual mas é diferente

Desde o anúncio da Apple sobre a falta de carregadores, o que os usuários da Xiaomi e a própria empresa mais fizeram foi tirar sarro da maçã e de seus compradores.

Porém a empresa voltou atrás essa semana e deixou os seus usuários extremamente desapontados e sem argumentos para defendê-la.

Jun disse que a chinesa já sabe que essa decisão pode gerar grande descontentamento dos usuários e prometeu esclarecer as coisas em uma coletiva de empresa no lançamento do smartphone, hoje (28).

Vamos aguardar e qualquer novidade te manteremos informado. Para isso continue lendo nossas notícias por aqui ou na nossa Página do Facebook, Twitter e Instagram

Total
0
Shares
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Related Posts
Total
0
Share